Venezuela sofre com falta de gasolina,mas governo nega crise

SÃO PAULO, 27 MAR (ANSA) - Um dos maiores países produtores de petróleo no mundo, a Venezuela está enfrentando uma escassez de gasolina nos postos de diversos estados do país desde a última semana.   

Longas filas foram vistas em postos de combustíveis e alguns consumidores reclamavam que ficavam até uma hora para conseguir abastecer seus veículos. Os rumores disseminados nas redes sociais que a capital venezuelana, Caracas, iria também ficar sem gasolina levaram milhares de pessoas aos postos da cidade.   

Ysmel Serrano, vice-presidente da companhia petrolífera estatal PDVSA, usou o Twitter para pedir calma à população e para que os venezuelanos "não caiam em falsos rumores de setores que querem jogar o país no caos".   

Segundo Serrano, houve um problema no recebimento do combustível importado, mas que já estava sendo resolvido. "Contamos com gasolina suficiente produzida em nossas refinarias, seguiremos redobrando e despachando até estabilizar a distribuição".   

Apesar de produzir muito petróleo e ter a gasolina mais barata do mundo, a Venezuela vem cada vez mais importando produtos refinados. De acordo com a Administração de Informação de Energia dos Estados Unidos, o país importou cerca de 75 mil barris diários de produtos que foram refinados em território norte-americano.   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos