Xi Jinping vai à Rússia e destaca relação especial com Putin

MOSCOU, 4 JUL (ANSA) - O presidente da China, Xi Jinping, se reuniu nesta terça-feira (4) com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, em Moscou e ressaltou a "relação especial" que existe entre os dois governos perante os desafios do mundo.   

"As relações entre Rússia e China estão no mais alto nível na história de nossos dois países e isso se deve aos nossos esforços. Trata-se de uma força positiva para a estabilidade da região e do mundo", disse o líder chinês após a reunião bilateral com Putin.   

Antes do encontro, Xi Jinping já havia ressaltado os fortes laços com o russo, destacando que "segundo minhas estimativas, eu o encontrei 22 vezes" desde que assumiu a Presidência em 2013.   

"Nos últimos anos, eu e ele obtivemos sucessos nas relações recíprocas. No curso dessa visita, tenho a intenção de discutir detalhadamente todas as questões de nossa colaboração em diversos setores. Entre todos os líderes estrangeiros, é com ele que tenho a relação mais próxima, o que mostra o caráter especial da nossa relação", disse ao chegar para o encontro com Putin.   

Já o presidente russo destacou que a "união" dos dois países é fundamental para enfrentar todos os tipos de desafios apresentados pela atualidade.   

"O andamento da economia está sempre no centro da nossa atenção, mas não debatemos só isso. É importante a união dos nossos esforços na arena internacional, na esfera da segurança, na luta contra as ameaças e desafios modernos", disse Putin ao receber o líder chinês.   

Para confirmar seu discurso, Putin entregou a mais alta ordem do país para autoridades e civis, a Ordem de St. Andrew.   

"O prêmio mostra que a Rússia reconhece a sua especial contribuição para o desenvolvimento de uma completa parceria e cooperação estratégica entre os nossos países, bem como o reforço da amizade entre nossos dois povos", disse o presidente russo segundo a agência Tass.   

O chefe do Kremlin ainda destacou que "Xi Jinping sempre apoiou consistentemente a cooperação entre Rússia e China, baseado na igualdade, confiança mútua, abertura e respeito pelos interesses de cada um". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos