Milhares de pessoas protestam contra corrupção na Argentina

SÃO PAULO, 4 AGO (ANSA) - Mais de cinco mil pessoas tomaram às ruas de Buenos Aires, na Argentina, na noite desta quinta-feira (3) para protestarem contra a impunidade em casos de corrupção envolvendo ex-funcionários do governo de Cristina Kirchner.   

Com o lema "Justiça independente - Chega de impunidade", o ato foi convocado pelas redes sociais e reuniu manifestantes carregando cartazes e velas brancas acesas em frente ao Palácio da Justiça. O objetivo dos militantes é exigir justiça em nome das vítimas de corrupção. "Queremos instalar na sociedade e entre os líderes a necessidade de uma justiça eficaz na luta contra a corrupção. Sem justiça não há República", disse Guillermo Lipera, presidente da Ordem dos Advogados de Buenos Aires e um dos organizadores do ato.   

"Eu não quero ser um país chavista", lê-se na legenda da camisa de um manifestante. Outros carregavam fotos do ex- vice-presidente de Cristina, Amado Boudou, e do ex-ministro de Planejamento Federal, Julio De Vido. No início da semana, um procurador da Argentina pediu que Vido seja investigado por suposta defraudação ao Estado em uma das causas que envolvem a construtora brasileira Odebrecht no país.   

Além disso, Cristina, no entanto, é alvo de críticas pois está envolvida em processos judiciais sobre irregularidades em operações dólar, favorecimento em concessões de obras públicas e associação ilícita. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos