PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Texas se prepara para 'enchentes catastróficas' nesta semana

28/08/2017 12h00

WASHINGTON, 28 AGO (ANSA) - Apesar de já ter perdido força, o furacão "Harvey", rebaixado nas últimas horas para tempestade tropical, provocou sérios danos ao Texas e ao Golfo do México, nos Estados Unidos. Além dos cinco mortos e mais de 10 feridos, o "Harvey" gerou inundações sem precedentes, de acordo com as autoridades locais, que contabilizam dezenas de desmoronamentos e quedas de árvores.   

O presidente Donald Trump irá ao Texas amanhã (29) para acompanhar a situação e avaliar os danos. Especialistas alertam que o fenômeno continuará provocando chuvas e enchentes nos próximos dias. O nível da água passou de 1 metro em algumas cidades do Texas e há a previsão de que o pico de chuvas virá no meio da semana, entra quarta e quinta-feira, com "enchentes catastróficas". Alguns reservatórios foram danificados e podem comprometer o fornecimento de água para a população. Milhares de pessoas também sofrem com problemas na rede elétrica e estão sem energia. Refinarias do Texas foram afetadas pelo furacão, o que pode elevar em 4% o preço da gasolina. Grandes empresas dos Estados Unidos anunciaram doações para a população afetada pelo "Harvey". A Apple, o Google e a Exxon Mobil deram cerca de US$ 500 mil cada, em nome da Cruz Vermelha.   

A rede Walmart deu US$ 1milhão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional