Xi Jinping inclui 'revolução dos banheiros' como prioridade

PEQUIM, 28 NOV (ANSA) - O presidente da China, Xi Jinping, pediu a aceleração da chamada "revolução dos banheiros", iniciada por ele em 2015, e que visa modernizar e implantar mais unidades sanitárias por todo o país.   


Em um artigo divulgado no jornal do Partido Comunista, ele defendeu que a construção de mais banheiros - e a manutenção para que eles estejam sempre limpos - é um passo importante "de civilização" tanto áreas urbanas como rurais.   


"O problema com os banheiros não é uma coisa pequena, é um importante aspecto da construção de cidades civilizadas e na área rural. Esse trabalho precisa ser uma parte concreta do nosso avanço na revitalização estratégica do nosso país e nós devemos fazer grandes esforços para preencher esses vazios que afetam a qualidade de vida das massas", escreveu o líder chinês.   


Segundo ele, é fundamental que dois setores chineses abracem essa causa: o setor de saúde pública e de turismo, que são os pilares para corrigir os "hábitos ruins" difundidos na sociedade.   


Em 2015, Xi Jinping ordenou a construção de banheiros em pontos turísticos após os péssimos relatos dos estrangeiros sobre as estruturas chinesas - tanto pela falta de higiene como pela ausência de toaletes em ambientes públicos. A ideia era incentivar o turismo para o país.   


Segundo a Administração Nacional de Turismo, a previsão é construir 64 mil banheiros entre 2018 e 2020. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos