PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Igreja do Santo Sepulcro fecha as portas em Jerusalém

25/02/2018 12h31

TEL AVIV, 25 FEV (ANSA) - A Igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém, fechou as portas neste domingo (25). A decisão foi tomada pelas igrejas cristãs locais, em protesto contra um novo imposto que o governo de Israel pode adotar para terrenos religiosos. "Como protesto, decidimos tomar esta medida sem precedentes e fechar a igreja do Santo Sepulcro", afirmaram os diretores ortodoxos, armênios e católicos do templo, em um comunicado. De acordo com eles, a nova lei seria "uma tentativa de enfraquecer a presença cristã em Jerusalém".   

O novo projeto de lei está em discussão no Parlamento de Israel e recai sobre terrenos de igrejas. Mas, logo após o fechamento do local sagrado, onde estaria enterrado Jesus Cristo segundo a tradição cristã, a Prefeitura de Jerusalém negou que a taxa será imposta. "A Igreja do Santo Sepulcro e os outros lugares de oração ficarão isentos do imposto municipal. Não haverá nenhuma mudança", disse o prefeito Nir Barkat.   

Segundo ele, o imposto, porém, afetará hoteis, centros comerciais e áreas que são propriedades de igrejas. "Seria sensato que áreas comerciais, como hoteis, salas de eventos e negócios sejam isentos pelo simples fato de serem propriedades das igrejas?", criticou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional