PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Marine Le Pen é condenada a devolver 300 mil euros à UE

20/06/2018 18h06

PARIS, 20 JUN (ANSA) - A líder do partido ultranacionalista francês Frente Nacional, Marine Le Pen, foi condenada a devolver 300 mil euros ao Parlamento Europeu por contratar uma assistente "fantasma".   

A funcionária em questão é Catherine Griset, secretária parlamentar da ex-deputada da União Europeia entre 2010 e 2016.   

De acordo com a sentença, Le Pen "não conseguiu demonstrar que sua assistente desenvolvia qualquer atividade ligada ao cargo".   

Em junho de 2016, o Escritório Europeu para a Luta Antifraude (Olaf) conduziu uma investigação a respeito de "funcionários fictícios" e pediu para seis deputados da Frente Nacional, dentre eles Marine Le Pen, devolverem gastos.   

Na época, Marine disse que não pagaria os 300 mil euros, com vencimento em 31 de janeiro de 2017. A líder da Frente Nacional reagiu de imediato à condenação.   

"Quando não há evidências, o tribunal da União Europeia diz que não há nenhum trabalho parlamentar. Quando apresentamos as provas, são vistas como inadmissíveis. E, quando fazemos tudo de acordo com as formalidades, o tribunal diz que os termos foram excedidos", disse.   

Agora ela terá dois meses para apresentar uma possível apelação diante do Tribunal de Justiça da União Europeia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional