Topo

Ford anuncia demissão mundial de 7 mil funcionários

2019-05-21T10:59:00

21/05/2019 10h59

ROMA, 21 MAI (ANSA) - Visando economizar US$ 600 milhões, a fabricante norte-americana Ford anunciou nesta segunda-feira (20) o corte de sete mil funcionários dos setores administrativos até o fim de agosto.   

O CEO da Ford, Jim Hackett, revelou a notícia aos trabalhadores através de um e-mail. A fabricante iniciará o processo hoje (21) e informou que serão 2,3 mil empregos a menos somente nos Estados Unidos.   

"Para ter sucesso em nossa indústria competitiva e posicionar a Ford para vencer em um futuro de rápidas mudanças, precisamos reduzir a burocracia, capacitar gerentes, acelerar a tomada de decisões, focar no trabalho mais valioso e cortar custos", informou Hackett.   

A manobra para tentar salvar a Ford também eliminará cerca de 20% dos gerentes do alto escalão da companhia. A Ford está seguindo os mesmos passos da General Motors, que anunciou no ano passado o corte de mais de 14 mil postos de trabalho e o fechamento de cinco fábricas de produção, sendo quatro nos Estados Unidos e uma no Canadá.   

A montadora vem sofrendo dificuldades globalmente, mas ainda não foi informado se os cortes afetarão os trabalhadores da Ford no Brasil. No entanto, em fevereiro, a companhia anunciou o fechamento da fábrica de caminhões de São Bernardo do Campo, em São Paulo.   

Além disso, as fábricas da Ford no Brasil poderão ser assumidas pela Caoa até o final de 2019.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Internacional