PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Após erro em dados, Itália afrouxa restrições na Lombardia

23/01/2021 12h25

ROMA, 23 JAN (ANSA) - O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, assinou neste sábado (23) um decreto no qual classifica a região da Lombardia na faixa laranja da pandemia de Covid-19, após uma semana em que ficou em lockdown devido à análise incorreta dos dados epidemiológicos.

A decisão, que entra em vigor neste domingo(24) e será válida por 15 dias, "foi tomada com base nos elementos decorrentes da retificação dos dados feita pela região da Lombardia e certificada pela sala de controle".

Nos últimos dias, o Instituto Superior de Saúde (ISS) foi informado pelo governo regional que os dados sobre a Covid-19 evidenciaram um índice de transmissão (Rt) superior a 1,4 no território no norte do país, quando na verdade era inferior a 1.

Com isso, a Lombardia foi incluída na faixa vermelha, a mais restritiva e que prevê medidas semelhantes às do lockdown. A medida, porém, provocou polêmica e protestos dos italianos e da oposição, que pediram a renúncia do governador Attillio Fontana.

"Eles perceberam o erro após a reclamação dos prefeitos! É uma vergonha que Fontana e seu conselho tenham cometido um erro tão grave e o tenham percebido tão tarde", afirmou um expoente do Partido Democrático (PD).

Após a polêmica, as informações foram corrigidas. Agora, na faixa laranja - a segunda mais restritiva -, a Lombardia terá um alívio nas restrições. A classificação prevê apenas a proibição do deslocamento entre regiões e intermunicipais, liberado em casos bastante específicos, mas permite que os italianos saiam de casa sem precisar justificar o motivo.

Já os bares e restaurantes podem servir através de entregas e retiradas e o comércio não essencial é reaberto seguindo os protocolos sanitários rígidos. O toque de recolher entre 22h e 5h da manhã seguinte é mantido.

De acordo com o novo decreto, a região da Sardenha, no entanto, sofrerá um endurecimento das restrições já que está na amarela e passará para a fase laranja.

Com isso, além de Lombardia e Sardenha, as regiões da Calábria, Emilia-Romagna, Vêneto, Abruzzo, Friuli Venezia Giulia, Lazio, Ligúria, Marcas, Piemonte, Puglia, Úmbria e Vale de Aosta se mantêm na segunda fase mais restritiva.

Já a Sicília e a província autônoma de Bolzano permanecem na área vermelha, enquanto Campânia, Basilicata, Molise, Toscana e a província autônoma de Trento ficam na faixa amarela. (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.