PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA autorizam dose de reforço para vacinas contra a covid da Janssen e Moderna

A indicação da Vacina Janssen é de nova dose seja para todas as pessoas com mais de 18 anos que receberam a primeira aplicação há, no mínimo, dois meses - Stephen Zenner / Getty Images via AFP
A indicação da Vacina Janssen é de nova dose seja para todas as pessoas com mais de 18 anos que receberam a primeira aplicação há, no mínimo, dois meses Imagem: Stephen Zenner / Getty Images via AFP

Da Ansa

21/10/2021 09h29Atualizada em 21/10/2021 09h29

A Administração para Alimentos e Remédios (FDA) dos Estados Unidos autorizou ontem a aplicação de uma dose de reforço para quem tomou a dose única da Janssen ou as duas da Moderna.

No caso da fórmula criada pelo laboratório belga, a indicação é de nova dose para todas as pessoas com mais de 18 anos que receberam a primeira aplicação há, no mínimo, dois meses.

Já no caso da Moderna, a recomendação é, sobretudo, para pessoas idosas e com doenças ou tratamentos crônicos, como no caso de transplantados e quem tem câncer. A administração deve ocorrer seis meses após a segunda dose.

O destaque da orientação é que o FDA incentivou a aplicação de fórmulas diferentes de vacina, a chamada imunização heteróloga, por conta dos bons resultados vistos em testes. Por isso, é indicado dar qualquer uma das três fórmulas aprovadas no país, inclusive a Pfizer/BioNTech.

"A intercambialidade entre essas vacinas é uma coisa boa. É como o que fazemos com as vacinas da gripe. A maioria das pessoas não sabe que vacina de marca contra a gripe receberam", ressaltam os especialistas.

Ao todo, cerca de dois milhões de cidadãos receberam doses da Moderna e outros 15 milhões tomaram o imunizante da Janssen nos Estados Unidos.

Coronavírus