Pokémon Go

Confundidos com ladrões, adolescentes jogando "Pokemon Go" quase são baleados nos EUA

  • REUTERS/Sam Mircovich

    A polícia pediu que pais de usuários mais jovens conversem com os filhos sobre riscos oferecidos pelo aplicativo

    A polícia pediu que pais de usuários mais jovens conversem com os filhos sobre riscos oferecidos pelo aplicativo

Dois adolescentes que jogavam Pokemon Go na noite de sábado (16), na cidade americana de Palm Coast, escaparam por pouco de serem baleados depois de serem confundidos com ladrões pelo dono da casa em cujo quintal eles procuravam os monstros virtuais, como parte do jogo de realidade aumentada que se transformou em febre nos EUA.

O dono da casa disse que atirou no carro dos adolescentes depois de eles se recusarem a parar quando interpelados. Ele disse ter ouvido os jovens perguntarem um para ou outro se tinham "conseguido alguma coisa" --algo que provavelmente se referia à captura de criaturas oferecida pelo aplicativo.

Em Pokemon Go, os jogadores usam o celular para sair à caça dos monstros no mundo real. A polícia foi informada do incidente pelos pais de um dos adolescentes quando eles perceberam um buraco de bala em um dos pneus do carro.

Segundo os policiais, os adolescentes acreditaram que o homem tinha apenas atirado para o alto. O incidente fez com que a polícia da Palm Coast divulgasse uma espécie de cartilha para orientar os usuários do aplicativos a evitar situações perigosas. Os conselhos incluem:

  • Estar alerta todos os momentos e a par do que está em volta
  • Não usar o aplicativo enquanto dirige, anda de bicicleta ou skate
  • Não invadir propriedade privada
  • Prestar atenção a locais em que bandidos podem assaltar jogadores

A polícia pediu ainda que pais de jogadores conversem com eles sobre os riscos oferecidos pelo jogo, incluindo a instalação de aplicativos não-oficiais, que podem ter acesso a informções pessoais.

De acordo com a empresar de consultoria americana SimilarWeb, internautas americanos passam mais tempo em Pokemon Go do que em aplicativos como Snapchat, Instagram e WhatsApp. O jogo já foi mais baixado em telefones com o sistema operacional Android do que a ferramenta de paquera Tinder.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos