'Ditador brutal', 'grande amigo', 'figura controversa': as reações de líderes mundiais à morte de Fidel

Líderes e ex-governantes de todo o mundo reagiram neste sábado à morte do ex-presidente de cubano Fidel Castro.

Enquanto uns adotaram um tom elogioso, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ("morreu ontem o maior de todos os latino-americanos"), outros foram mais críticos, a exemplo do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump ("O mundo marca a passagem de um ditador brutal que oprimiu seu próprio povo por quase seis décadas").

Fidel Castro morreu na sexta-feira, aos 90 anos, de causas ainda não reveladas. Foram decretados nove dias de luto nacional.

Confira algumas reações:

Donald Trump, presidente eleito dos Estados Unidos

"Hoje, o mundo marca o falecimento de um ditador brutal, que oprimiu seu próprio povo durante quase seis décadas. O legado de Fidel Castro é o de pelotões de fuzilamento, roubo, sofrimento inimaginável, pobreza e negação de direitos fundamentais."

"Enquanto Cuba permanece uma ilha totalitária, minha esperança é de que o dia de hoje marque uma saída dos horrores suportados por muito tempo, e em direção a um futuro em que o maravilhoso povo cubano possa finalmente viver a liberdade que tanto merece."

"Dado que as tragédias, mortes e dor causadas por Fidel Castro não podem ser apagadas, nossa gestão vai fazer todo o possível para assegurar que o povo cubano possa finalmente começar sua jornada rumo à prosperidade e liberdade.

Me junto aos muitos cubano-americanos que me apoiaram tão fortemente durante a campanha presidencial, com a esperança de que um dia vejam uma Cuba livre em breve".

Barack Obama, presidente dos Estados Unidos

"Neste momento de falecimento de Fidel Castro, estendemos uma mão de amizade ao povo cubano. Sabemos que esse momento enche os cubanos - em Cuba e nos Estados Unidos - de emoções poderosas, relembrando as incontáveis maneiras com as quais Fidel Castro alterou o curso de suas vidas individuais, de suas famílias, e da nação cubana.

A história vai registrar e julgar o enorme impacto desta figura singular nas pessoas e no mundo ao seu redor".

Papa Francisco

"Ao receber a triste notícia do falecimento do seu querido irmão, o excelentíssimo senhor Fidel Alejandro Castro Ruz, ex-presidente do Conselho de Estado e do governo da República de Cuba, expresso os meus sentimentos de pesar.

Ao mesmo tempo, ofereço preces ao Senhor pelo seu descanso e confio a todo o povo cubano a materna intervenção de Nuestra Señora de la Caridad del Cobre, padroeira desse país."

Vladimir Putin, presidente da Rússia

"Uma Cuba livre e independente, construída por ele e por seus companheiros, se tornou um membro influente da comunidade internacional e serviu como exemplo inspirador para muitos países e povos.

Fidel Castro foi um sincero e verdadeiro amigo da Rússia. Ele deu uma grande contribuição em estabelecer e desenvolver as relações entre Rússia e Cuba, estreita cooperação estratégica em todas as esferas."

Mikhail Gorbachev, ex-líder soviético

"Fidel levantou-se e fortaleceu seu país durante o bloqueio americano mais severo, quando havia uma pressão colossal sobre ele e ainda conseguiu levar seu país a um caminho de desenvolvimento independente.

Nos últimos anos, mesmo quando Fidel Castro não estava formalmente no poder, sua capacidade em fortalecer o país foi imenso."

Michel Temer, presidente do Brasil

"Fidel Castro foi um líder de convicções. Marcou a segunda metade do século 20 com a defesa firme das ideias em que acreditava."

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil

"Morreu ontem o maior de todos os latino-americanos, o comandante em chefe da revolução cubana, meu amigo e companheiro Fidel Castro Ruiz.

Para os povos de nosso continente e os trabalhadores dos países mais pobres, especialmente para os homens e mulheres de minha geração, Fidel foi sempre uma voz de luta e esperança.

Seu espírito combativo e solidário animou sonhos de liberdade, soberania e igualdade. Nos piores momentos, quando ditaduras dominavam as principais nações de nossa região, a bravura de Fidel Castro e o exemplo da revolução cubana inspiravam os que resistiam à tirania."

Sinto sua morte como a perda de um irmão mais velho, de um companheiro insubstituível, do qual jamais me esquecerei. Será eterno seu legado de dignidade e compromisso por um mundo mais justo."

Dilma Rousseff, ex-presidente do Brasil

"Sonhadores e militantes progressistas, todos que lutamos por justiça social e por um mundo menos desigual, acordamos tristes neste sábado, 26 de novembro. A morte do comandante Fidel Castro, líder da revolução cubana e uma das mais influentes expressões políticas do século 20, é motivo de luto e dor.

Fidel foi um dos mais importantes políticos contemporâneos e um visionário que acreditou na construção de uma sociedade fraterna e justa, sem fome nem exploração, numa América Latina unida e forte.

Um homem que soube unir ação e pensamento, mobilizando forças populares contra a exploração de seu povo. Foi também um ícone para milhões de jovens em todo o mundo."

François Hollande, presidente da França

"Fidel Castro foi uma figura altaneira do século 20. Ele incarnou a Revolução Cubana, tanto em suas esperanças quanto em suas subsequentes desilusões.

A França, que condena os abusos aos direitos humanos em Cuba, protestou igualmente contra o embargo dos Estados Unidos contra Cuba, e ficamos felizes de ver os dois países restabelecendo o diálogo e retomando laços."

Boris Johnson, chanceler do Reino Unido

"O Reino Unido expressa suas condolências ao governo e ao povo de Cuba, e à família do ex-presidente.

A morte de Fidel Castro marca o fim de uma era para Cuba e o começo de uma nova para o povo cubano. A liderança de Fidel Castro na Revolução Cubana de 1959 o marcou como uma figura histórica, porém controversa.

O Reino Unido continuará a trabalhar com o governo de Cuba em uma ampla gama de prioridades da política externa, incluindo direitos humanos."

Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá

"Fidel Castro foi um líder maior do que a vida, que serviu seu povo por quase meio século. Um revolucionário e orador fabuloso, Castro promoveu melhorias significativas na educação e na saúde de sua ilha.

Embora uma figura controversa, tanto os apoiadores quanto os detratores de Castro reconheceram sua dedicação e seu amor tremendos pelo povo cubano, que tinha um afeto duradouro e profundo pelo 'comandante'."

Xi Jinping, presidente da China

"Fidel Castro fez contribuições históricais imortais para o desenvolvimento do socialismo ao redor do mundo. Com sua morte, o povo chinês perdeu um companheiro próximo e um amigo sincero.

Sua imagem gloriosa e suas grandes realizações vão ficar registradas na história para sempre."

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

"Sessenta anos depois do Granma (nome do iate que levou Fidel Castro e outros 81 revolucionários a Cuba para dar início à Revolução Cubana) ter partido do México, Fidel parte rumo à imortalidade daqueles que lutaram durante todas as suas vidas. Até a vitória, sempre."

"Vamos continuar vencendo e lutando. Fidel Castro é um exemplo da luta para todas as pessoas do mundo. Levaremos adiante seu legado."

Enrique Peña Nieto, presidente do México

"Fidel Castro foi um amigo do México, promotor de uma relação bilateral baseada no respeito, diálogo e solidariedade."

Evo Morales, presidente da Bolívia

"Fidel Castro nos deixou um legado de ter lutado pela integração das pessoas no mundo. A partida do comandante realmente dói."

Rafael Correa, presidente do Equador

"Um grande nos deixou. Fidel morreu. Vida longa a Cuba! Vida longa à América Latina".

Juan Manuel Santos, presidente da Colômbia

"Lamentamos a morte de Fidel Castro. Estamos ao lado de seu irmão Raúl e de sua família neste momento. Nossa solidariedade com o povo cubano.

Fidel Castro reconheceu no fim de seus dias que a luta armada não era o caminho. Contribuiu, assim, para pôr fim ao conflito colombiano."

Jacob Zuma, presidente da África do Sul

"O presidente Castro se identificou com nossa luta contra o apartheid. Ele inspirou o povo cubano a aderir à nossa luta contra o apartheid."

Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia

Fidel Castro foi uma das mais icônicas personalidades do século 20. A Índia lamenta a perda desse grande amigo.

Estendo minhas mais profundas condolências ao governo e ao povo de Cuba pela triste morte de Fidel Castro. Que sua alma descanse em paz."

Bashar al-Assad, presidente da Síria

"Cuba, nossa amiga, conseguiu, sob sua liderança, suportar as mais fortes sanções e campanhas opressivas testemunhadas na história recente, tornando-se um farol de libertação para o povo da América Latina, e as pessoas do mundo inteiro.

O nome de Fidel Castro vai viver para sempre nas mentes das gerações e vai inspirar aqueles que aspiraram às verdadeiras independência e liberação do jugo do colonialismo e da hegemonia."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos