Primeiros resultados apontam triunfo de Marcelo Rebelo de Sousa no 1° turno

Lisboa, 24 jan (EFE).- O candidato conservador Marcelo Rebelo de Sousa lidera com clareza a apuração das eleições presidenciais lusas deste domingo que, com 27% dos votos contabilizados, lidera com 56%.

Assim apontam os dados facilitados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE) lusa que, se forem confirmados, transformariam Rebelo de Sousa no substituto de Aníbal Cavaco Silva à frente da Chefia do Estado sem a necessidade de um segundo turno.

Rebelo de Sousa, de 67 anos, era o claro favorito neste pleito já no primeiro turno segundo as pesquisas de boca de urna.

O candidato foi apoiado oficialmente pelo Partido Social Democrata (PSD, centro-direita) que presidiu entre 1996 e 1999 e pelo democrata-cristão CDS-PP (formação mais à direita do arco parlamentar luso).

Em segundo lugar se situa o ex-reitor da Universidade de Lisboa António Sampaio da Nóvoa, próximo ao Partido Socialista (PS), com 20% das cédulas.

A principal surpresa nesta apuração é o mal resultado obtido por Maria de Belém, ex-presidente dos socialistas, a quem as enquetes prévias colocavam na terceira posição com um porcentagem próxima a 16% e até agora é a quarta, com apenas 4% dos sufrágios.

Seu lugar é ocupado pela eurodeputada do Bloco de Esquerda Marisa Matias, que melhorou as expectativas e ronda os 9%.

Para essas eleições foram convocados 9,7 milhões de portugueses, em uma jornada eleitoral sem incidentes de grande importância.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos