Sanders supera Hillary pela 1ª vez em pesquisa nacional nos EUA

Washington, 19 fev (EFE).- O senador Bernie Sanders superou pela primeira vez Hillary Clinton em uma pesquisa em nível nacional sobre a candidatura do Partido Democrata à presidência dos Estados Unidos, segundo um novo levantamento divulgado pela emissora "Fox News".

De acordo com a pesquisa, elaborada entre 15 e 17 de fevereiro com 429 eleitores democratas, Sanders conta com 47% de apoio, contra 44% de Hillary, em teoria a favorita a levar a indicação de seu partido.

A pesquisa, com margem de erro de 4,5%, significa um avanço de dez pontos percentuais para o senador por Vermont em relação a um estudo similar feito pela "Fox News" entre os dias 18 e 21 de janeiro. Com isso, a ex-secretária de Estado perde 5% desde a pesquisa realizada pela emissora conservadora no mês passado.

Desde o ano passado, Hillary liderou continuamente as pesquisas de intenção de voto, com vantagens de até trinta pontos sobre Sanders, embora seu rival tenha cortado essa margem de maneira gradual.

Na quarta-feira, uma pesquisa da Universidade de Quinnipiac, em Connecticut, dava à ex-primeira-dama um apoio de 44%, enquanto o senador apresentava um respaldo de 42% do eleitorado.

De qualquer forma, ainda é prematuro supor uma mudança de tendência drástica na corrida democrata rumo à Casa Branca, dado que Hillary lidera a disputa em outras três pesquisas divulgadas em fevereiro, com uma vantagem máxima de 11 pontos.

"Uma coisa que fica clara em nossa pesquisa é que Hillary Clinton esteve perdendo apoio e Sanders ganhando. E este processo parece ter se acelerado desde as eleições em Iowa e New Hampshire", afirmou o pesquisador Chris Anderson, que colaborou na pesquisa da "Fox News".

A pesquisa da emissora foi divulgada na véspera dos caucus democratas deste sábado no estado de Nevada, onde a vantagem de Hillary sobre Sanders praticamente evaporou (só um ponto, segundo uma pesquisa da "CNN"/ORC divulgada nesta quarta-feira).

Até o momento, Hillary Clinton venceu pela margem mínima nos caucus de Iowa (no dia 1º de fevereiro), que iniciaram o período de eleições primárias, mas saiu derrotada com contundência por Sanders em New Hampshire (no dia 9 de fevereiro).

Das primárias sairão os candidatos que ganharão em julho a indicação presidencial nas convenções nacionais dos partidos Democrata e Republicano.

O vencedor das eleições, que ocorrerão no dia 8 de novembro, substituirá na Casa Branca o democrata Barack Obama, que chegou ao poder em 2009 e se tornou o primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos