Rússia propõe à Otan descongelamento de cooperação antiterrorista

Moscou, 25 mar (EFE).- A Rússia está pronta para descongelar a cooperação em matéria de luta antiterrorista com a Otan caso a aliança tome essa decisão, revelou nesta sexta-feira o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov.

"Estamos dispostos a descongelar essa cooperação se os colegas da Otan tomarem as decisões pertinentes e mudarem sua visão negativa sobre essas formas de colaboração", disse o chefe da diplomacia russa em entrevista coletiva ao término de uma reunião em Moscou com o colega italiano, Paolo Gentiloni.

A falta de cooperação antiterrorista entre Rússia e Ocidente foi um dos temas tratados pelos dois ministros, que manifestaram preocupação pela segurança na Europa após os atentados de terça-feira no aeroporto e no metrô de Bruxelas que custaram a vida de 31 pessoas.

Gentiloni ressaltou que para enfrentar a ameaça terrorista é necessário "ampliar a cooperação com a Rússia no âmbito militar e dos serviços secretos".

As relações entre Rússia e Ocidente atravessam um de seus piores momentos das últimas décadas, sem precedentes desde a Guerra Fria, pelo papel de Moscou na crise da Ucrânia.

Tanto Kiev como Ocidente acusam a Rússia de apoiar com armas e inclusive tropas os separatistas pró-Rússia que atuam no leste da Ucrânia, imersa há dois anos em um conflito armado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos