Chefe negociador da oposição síria renuncia ao cargo

Redação Central, 29 mai (EFE).- O chefe negociador da oposição síria nas conversas de paz de Genebra, Mohammed Alloush, renunciou ao seu cargo neste domingo ao considerar um fracasso este diálogo, segundo anunciou em comunicado divulgado no Twitter.

Alloush, líder do grupo Exército do Islã, alegou que não foi possível progresso algum durante essas negociações e que muitos presos não foram libertados pelo governo sírio, acrescenta a nota divulgada pela TV "Al Arabiya".

As negociações de paz estão suspensas desde o final de abril pela oposição, integrada na Comissão Suprema para as Negociações, que acusou o Exército sírio e a Rússia de violar a trégua iniciada no dia 27 de fevereiro de lançar uma ofensiva contra Aleppo.

O mediador da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, disse na quinta-feira passada que quer realizar uma nova rodada de negociações de paz "o mais rápido possível", mas descartou que isso ocorra durante as próximas "duas ou três semanas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos