Itália estará no Conselho de Segurança da ONU em 2017, e Holanda, em 2018

Nações Unidas, 30 jun (EFE).- A Assembleia geral da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou nesta quinta-feira um acordo pelo qual a Itália será membro não permanente do Conselho de Segurança em 2017 e a Holanda ocupará o mesmo posto em 2018.

A fórmula foi proposta por holandeses e italianos depois que suas candidaturas ao Conselho de Segurança para o período 2017-2018 foram incapazes de obter os votos necessários. Após cinco rodadas de votação na terça-feira passada, Itália e Holanda estavam empatadas com 95 votos, com poucas chances de poder superar essa situação de bloqueio. Diante disso, os dois países acertaram dividir os dois anos de mandato, um acordo que hoje foi ratificado oficialmente pela Assembleia Geral.

Os Estados-membros apoiaram formalmente com 179 votos a favor a candidatura da Itália, que no ano seguinte dará passagem à Holanda. No passado, se deram vários precedentes de países que optaram por dividir o mandato desta forma, embora essa seja uma prática pouco habitual e que não é vista há mais de 50 anos.

Suécia, Bolívia, Etiópia e Cazaquistão foram escolhidos na terça-feira como membros não permanentes do Conselho de Segurança para o próximo biênio. Os novos membros ocuparão os assentos que deixarão no final deste ano Espanha, Venezuela, Nova Zelândia, Malásia e Angola.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos