Ali Bongo é reeleito no Gabão com 49,85% após apuração polêmica

Nairóbi, 31 ago (EFE).- O atual presidente do Gabão, Ali Bongo, foi reeleito com 49,85% dos votos após uma apuração tensa e polêmica que durou muito mais que o esperado e que a oposição denunciou como fraudulenta, informou nesta quarta-feira a Comissão Eleitoral Nacional (CENAP) do país africano.

O veterano opositor Jean Ping ficou muito perto de vencer Bongo ao conseguir 48,16% dos votos, após reunir figuras proeminentes da política gabonesa em torno de sua candidatura.

O Ministério do Interior decidiu mobilizar um grande número de tropas na capital do país, Libreville, para evitar distúrbios depois do anúncio dos resultados oficiais.

Os resultados oficiais deveriam ter sido divulgados ontem, terça-feira, mas a CENAP teve que adiar o anúncio depois que foi contestada a apuração da província de Alto Ogooué, um reduto eleitoral de Bongo, no qual o presidente teria alcançado mais de 95% dos votos, com uma participação próxima de 100%.

A União Europeia (UE), que já denunciou irregularidades durante as votações, pediu hoje que a CENAP "publique os resultados de cada seção eleitoral" para garantir que não houve manipulação na apuração.

A missão eleitoral da UE criticou duramente a falta de transparência na gestão da administração eleitoral no Gabão, que se recusou a oferecer informação essencial como as listas do censo eleitoral e dos centros de votação.

Após a votação do último sábado, que transcorreram com normalidade e sem incidentes apesar da tensão registrada durante a campanha, tanto Bongo como Ping se apressaram para se proclamarem como vencedores, sem esperar os resultados oficiais.

Bongo - filho do ex-presidente Omar Bongo que governou o Gabão entre 1967 e 2009 - era o claro favorito para ser reeleito no primeiro turno das eleições presidenciais, mas sua vitória foi muito mais apertada que o esperado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos