Principal jornal do Texas surpreende e anuncia apoio a Hillary

Washington, 7 set (EFE).- O principal jornal do estado do Texas, "Dallas Morning News", surpreendeu nesta quarta-feira ao anunciar seu apoio formal à candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, um dia depois de romper a tradição de meio século de respaldo a candidatos republicanos com críticas ao indicado do partido à disputa, Donald Trump.

"Currículo contra currículo, capacidade de julgamento contra capacidade de julgamento, esta eleição não tem concorrência. Hillary Clinton é a candidata mais capaz de manter nossa nação segura", afirmou jornal, de tendência conservadora, em editorial.

"Há apenas uma candidata séria nas eleições presidenciais de novembro. Nós recomendamos Hillary Clinton. (...) Fomos críticos com as ações de Hillary em certos temas no passado. Mas, ao contrário de Donald Trump, ela tem a experiência em governança, um histórico de serviços e vontade se aprofundar em políticas reais", completou.

O apoio formal ocorre um dia depois de o "Dallas Morning News" ter destacado que Trump é "contrário a quase todos os ideais do Partido Republicano" e que "não é qualificado para ser presidente".

É a primeira vez desde 1964, quando o jornal texano evitou a escolher lados na disputa entre o democrata Lyndon B. Johnson e o republicano Barry Goldwater, que o "Dallas Morning News" decide não apoiar formalmente o candidato republicano à Casa Branca.

"Não foi uma decisão fácil. O jornal não apoia um candidato democrata desde a Segunda Guerra Mundial", indicou o editorial, que afirma que os valores da publicação estão "mais perto da liberdade individual, do livre mercado e da forte defesa nacional".

Texas é considerado como republicano nas eleições presidenciais. A última vez que os eleitores da região preferiram um candidato democrata foi em 1974, mas a peculiar e polêmica campanha de Trump está transformando o estado em um "swing state", nome dado pelos analistas aos locais onde a disputa por votos é acirrada.

Além disso, o crescente número de latinos neste estado e as polêmicas declarações de Trump de criar um muro na fronteira sul com o México afastaram o setor do Partido Republicano. Dos 37 milhões de habitantes do Texas, 38% são de origem hispânica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos