Ucrânia anuncia boicote de eleições legislativas russas em seu território

Kiev, 10 set (EFE).- A Ucrânia anunciou hoje o boicote das eleições legislativas russas do dia 18 de setembro em seu território, após pedir recentemente a comunidade internacional a não reconhecer os resultados do pleito na anexada a península da crimeia.

"O presidente (Petro Poroshenko) encarregou o ministro das Relações Exteriores que relatório a Moscou sobre a impossibilidade de realizar as eleições russas no território da Ucrânia", escreveu Sviatoslav Tsegolko, porta-voz presidencial, em Twitter.

Em anteriores ocasiões os russos puderam exercer seu direito ao voto nas delegações diplomáticas russas no país vizinho, tanto na capital, Kiev, como em outras cidades do país.

Justamente, a Chancelaria russa tinha pedido esta semana às autoridades ucranianas para garantir a segurança das embaixadas e consulados russos em Kiev, Odessa, Kharkiv e Lviv durante a jornada eleitoral.

A presidente da Comissão Eleitoral Central da Rússia, Ella Pamfilova, afirmou que manterá consultas com a Chancelaria russa para decidir que passos dar perante o boicote ucraniano.

Os cidadãos russos têm direito a votar em outros países da região, embora residam permanentemente na Ucrânia, enquanto os diplomatas e o pessoal das embaixadas e consultados poderão exercer seu direito ao voto por antecipado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos