Trump vira nas pesquisas e lidera intenções de voto na Flórida

Miami, 31 out (EFE).- O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, conseguiu uma virada nas pesquisas na Flórida, estado no qual precisa vencer para ganhar as eleições do dia 8 de novembro, e agora lidera as intenções de voto locais por quatro pontos, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira.

O levantamento, elaborado pelo Remington Research Group, dá ao magnata nova-iorquino 48% das intenções de voto, mais que os 44% da rival democrata, Hillary Clinton.

Esta pesquisa, realizada no dia 30 de outubro com 989 eleitores, tem uma margem de erro de 3,1% e coincide com a divulgada no domingo pelo "The New York Times", que também dava ao republicano quatro pontos de vantagem sobre a ex-secretaria de Estado (46%-42%).

Desta forma, a média de pesquisas feita pelo site Real Clear Politics situa Trump à frente por 0,5%, quando no último dia 21 dava a Hillary Clinton uma vantagem de 4%, a maior distância que a ex-primeira dama já teve nos últimos quatro meses.

Trump não liderava as pesquisas neste site desde 25 de setembro, quando esteve 0,2% à frente, distância que nunca superou o 1,2% do dia 21 de junho.

Segundo a pesquisa de Remington, a distância de Trump sobre Hillary seria maior em Orlando (53%-35%) e Tampa (50%-41%), enquanto, no sul do estado, a democrata venceria em Miami (68%-29%) e West Palm Beach (50%-43%).

Entre os que estão registrados como eleitores independentes, 49% se mostrou favorável a Trump e 36% a Hillary, que neste fim de semana realizou vários atos de campanha no estado para garantir uma vitória que pode ser definitiva nas eleições.

Hillary, por outro lado, tem maior apoio entre as mulheres (49%-44%) e os hispânicos (53%-42%) e os negros (70%-22%), mas perderia entre os homens (52%-38%) e os eleitores brancos (56%-36%).

A candidata democrata retorna nesta terça-feira à Flórida, onde, a uma semana para as eleições, terá três atos de campanha. No dia seguinte contará com o apoio do vice-presidente dos EUA, Joe Biden, e na quarta-feira o próprio presidente, Barack Obama, viajará para duas cidades para apoiar Hillary.

Trump fará um comício em Miami na quarta-feira, onde tentará obter um maior apoio do numeroso eleitorado latino da cidade e que pode definir o triunfo na Flórida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos