Merkel recebe Obama na Chancelaria na última visita do líder dos EUA à Europa

Em Berlim

  • Michael Sohn/AP

    O presidente dos EUA, Barack Obama, é recebido pela chanceler (premiê) alemã, Angela Merkel, na Chancelaria em Berlim

    O presidente dos EUA, Barack Obama, é recebido pela chanceler (premiê) alemã, Angela Merkel, na Chancelaria em Berlim

A chanceler (premiê) da Alemanha, Angela Merkel, recebeu nesta quinta-feira (17) o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na sede da chefia do governo em Berlim, na última visita do líder americano à Europa antes de deixar a Casa Branca.

Em sua reunião, segundo informou o Executivo alemão, ambos analisarão o estado das relações com a Rússia, a crise da Ucrânia, a guerra na Síria e a ameaça do terrorismo internacional.

As relações comerciais e o congelado acordo de livre-comércio entre EUA e a União Europeia (TTIP, por sua sigla em inglês) também serão assuntos em um encontro no qual, destacou o governo, serão avaliados os esforços realizados para reforçar as relações transatlânticas.

Trata-se da sexta visita de Obama como presidente a Berlim, onde chegou na quarta-feira procedente de Atenas.

Já nesse mesmo dia o líder americano jantou com Merkel no hotel no qual está hospedado, junto ao Portão de Brandemburgo, e hoje almoçou na embaixada americana.

A sombra do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, plana sobre sua viagem e o semanário "Wirtschaftwoche" de quarta-feira antecipou extratos de um artigo que assinou junto a Merkel no qual defendem a importância do TTIP e a luta conjunta contra a mudança climática, dois assuntos fundamentais questionados pelo republicano.

Após a reunião bilateral e comparecer perante os meios de comunicação, Merkel e Obama voltarão a jantar juntos, desta vez na Chancelaria e junto a representantes destacados do mundo da cultura, do esporte, da ciência e da política.

Entre os convidados figuram, segundo avançou o popular jornal "Bild", o diretor de orquestra argentina-israelense Daniel Barenboim, o diretor do Museu Judeu de Berlim, Michael Blumenthal, o técnico de futebol dos Estados Unidos, o alemão Jürgen Klinsmann, e os astronautas Thomas Reiter e Alexander Gerst.

Amanhã se unirão a eles o presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, assim como os primeiros-ministros da Itália, Matteo Renzi, e Reino Unido, Theresa May, e o presidente francês, François Hollande.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos