Presidente italiano convoca Gentiloni após consultas para formar governo

(Corrige horário no 3º parágrafo).

Roma, 11 dez (EFE).- O presidente da Itália, Sergio Mattarella, convocou neste domingo o ministro das Relações Exteriores Paolo Gentiloni à sede da Chefia de Estado, horas depois que foram concluídas as consultas para formar um novo governo no país.

Gentiloni é um dos favoritos, ao lado do ministro da Economia Pier Carlo Padoan, para ocupar o cargo de primeiro-ministro, em substituição a Mateo Renzi, que apresentou sua renúncia após o fracasso no referendo realizado há uma semana.

"O presidente da República italiana, Sergio Mattarella, convocou Paolo Gentiloni para comparecer ao Palácio do Quirinal às 12h30 (horário local, 9h30 de Brasília)", diz um comunicado divulgado no site da Chefia de Estado.

Esta convocação acontece depois que Mattarella terminou ontem a rodada de consultas com as distintas forças políticas com a intenção de solucionar a crise política no país.

Após finalizar as conversas, Mattarella realizou uma entrevista coletiva para explicar que sua intenção era fomentar a configuração de um governo na Itália que continue com a legislatura durante um tempo.

Seu objetivo é que esta legislatura aprove uma lei eleitoral que permita realizar eleições no país e que o novo governo seja capaz de fazer frente aos compromissos internacionais do próximo ano.

A Itália deve organizar em 2017 o 60º aniversário da assinatura do Tratado de Roma e também a cúpula do G7, na cidade de Taormina (Sicília), em maio.

Nos últimos dias, os analistas indicaram que Gentiloni tinha mais chances que Padoan de ser o substituto de Renzi por sua presença internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos