Almagro responde acusações de Cuba e diz que não ouviu críticas a Trump

Washington, 23 fev (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, disse nesta quinta-feira que não ouviu críticas dos governos de Cuba e da Venezuela em relação ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Não escutei eles criticando Trump. E, sejamos sinceros, a OEA leva uma vantagem bastante grande nesse sentido", afirmou Almagro hoje, em Washington, em entrevista à Agência Efe.

As declarações foram uma resposta do ex-chanceler uruguaio a Cuba, que acusou a OEA de manter um "silêncio cúmplice" enquanto "se expandem no hemisfério ideias isolacionistas e protecionistas, de deterioração ambiental, de discriminação religiosa e racial, de insegurança e a repressão brutal".

Almagro disse que as acusações de Cuba estão equivocadas e sugeriu que Havana faça revisões antes de fazer pronunciamentos como esses. O secretário-geral afirma que tanto ele como o Conselho Permanente da OEA fizeram críticas ao muro de Trump na fronteira com o México e às medidas migratórias da nova Casa Branca.

"O muro já tem 650 milhas, e 28 países da OEA já fizeram uma declaração contrária a esse muro em 2006. A imigração não é só mexicana, mas também centro-americana e sul-americana", afirmou.

O ex-chanceler uruguaio disse que a OEA vai continuar trabalhando em alternativas de cooperação com os EUA sobre as causas da migração no continente, modo que, na avaliação dele, é a melhor forma de resolver o problema.

Perguntado sobre a relação entre EUA e Cuba no governo Trump, Almagro se limitou a dizer que a OEA quer "as melhores relações entre os países do continente e as melhores com Cuba".

"Não quero que ninguém trabalhe sobre estigmatizações nem isolamento de nenhum tipo. Defendo que a OEA tenha a maior quantidade de pontes possíveis", disse Almagro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos