Almagro considera que Venezuela sofre "guerra suja e sem quartel"

Washington, 23 mai (EFE).- O secretário geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, considerou nesta terça-feira que o povo de Venezuela sofre uma "guerra suja e sem quartel" por causa de sua luta contra a "ditadura" do presidente, Nicolás Maduro.

"Inventam guerra suja e sem quartel contra as pessoas porque o povo (da) Venezuela desafia a ditadura clamando por democracia e eleições já", disse Almagro em seu perfil no Twitter.

O secretário geral da OEA citou em sua mensagem outro tuíte do opositor Henrique Capriles, denunciando que o Governo venezuelano ordenou usar supostos grupos paramilitares para agir contra os participantes das manifestações que acontecem no país desde o dia 1 de abril.

A Venezuela vive uma onda de protestos que já completa 53 dias a favor e contra o chavismo, com números diferentes sobre a quantidade de mortos, já que a Promotoria reporta 53 e o Governo pelo menos 60, além de centenas de feridos e detidos.

Tanto opositores como oficialistas se acusaram mutuamente da responsabilidade por estas mortes, embora até o momento se desconheça ainda a autoria da maioria das mesmas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos