Argentina e Brasil acertam fim da dupla tributação em serviços

Mendoza (Argentina), 21 jul (EFE).- Argentina e Brasil assinaram nesta sexta-feira, durante a cúpula do Mercosul, um acordo para eliminar a dupla tributação no comércio de serviços.

O Ministério da Produção da Argentina informou em comunicado que, graças ao acordo, os empresários argentinos que exportem serviços ao Brasil poderão descontar o que pagam de imposto, aumentando assim sua competividade.

"A economia do conhecimento é o futuro: temos que ser competivivos, eliminar todos os impedimentos e simplificar para que esse setor cresça no nosso país. Especialmente porque implica a criação de postos de trabalho, gera valor agregado e promove a inovação e o desenvolvimento", disse o ministro de Produção da Argentina, Francisco Cabrera, na nota.

Os serviços abordados pelo acordo - como contábeis, legais, arquitetura, engenharia, audiovisual, publicidade, informática, pesquisa e desenvolvimneto, consultoria e serviços empresariais - são uma das formas de exportação de grande valor agregado, segundo o ministro, por gerarem emprego, inovação e desenvolvimento.

Segundo números oficiais, os serviços representam 7,2% das exportações da Argentina. Em 2016, essa indústria registrou um faturamento de US$ 5 bilhões no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos