China estabelece relações diplomáticas com República Dominicana

Pequim, 1 mai (EFE).- A China anunciou nesta terça-feira (data local) o estabelecimento de relações diplomáticas com a República Dominicana, que se soma assim a outros países como Costa Rica e Panamá que nos últimos anos romperam laços com Taiwan a favor de Pequim.

Em entrevista coletiva na capital chinesa, o ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, e seu homólogo dominicano, Miguel Vargas, comunicaram que a República Dominicana decidiu pôr fim a laços com Taiwan que mantinha há mais de 75 anos para estabelecê-los com a China.

"A República Popular da China e a República Dominicana, em conformidade com os interesses e desejos dos dois povos, decidiram reconhecer-se reciprocamente e estabelecer relações diplomáticas no âmbito de embaixadores", assinalaram os chanceleres em comunicado conjunto.

Com este acordo, a República Dominicana reconhece o princípio de "uma só China", que estabelece que o governo de Pequim é o único "legítimo " que representa toda a China e que Taiwan é "parte inalienável" do território do país asiático.

Ambos países também decidiram pelo envio mútuo de embaixadores aos respectivos territórios, assim como oferecer "toda ajuda necessária" para a instalação das embaixadas.

A cerimônia aconteceu no complexo residencial para hóspedes diplomáticos de Diaoyutai, em Pequim, em um salão decorado com as bandeiras da República Popular da China e da República Dominicana. EFE

rcf-aoz/rsd

(foto) (vídeo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos