Putin inicia 4º mandato e diz que o sentido da sua vida é "fazer tudo pelo Rússia"

Em Moscou

  • Sputnik, Kremlin Pool Photo via AP

    7.mai.2018 - Putin toma posse para seu quarto mandato como presidente da Rússia

    7.mai.2018 - Putin toma posse para seu quarto mandato como presidente da Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, tomou posse nesta segunda-feira (7) em uma cerimônia pomposa no salão de Santo André no Grande Palácio do Kreml

Com a mão direita sobre a Carta Magna, Putin jurou "respeitar e defender os direitos e as liberdades das pessoas e dos cidadãos; cumprir e defender a Constituição da Federação da Rússia; defender a soberania e a independência, a segurança e a integridade territorial do Estado, e servir ao povo com lealdade".

Mais de 6 mil convidados, entre eles ministros de governo, deputados e senadores, membros do corpo diplomático, autoridades civis, eclesiásticas e militares, e outras personalidades, compareceram à cerimônia.

"Considero o meu dever e o sentido da minha vida fazer tudo pela Rússia, por seu presente e futuro, de paz e progresso; por cuidar do nosso grande povo e de seu desenvolvimento, pelo bem-estar em cada família russa", disse Putin em um breve discurso após a cerimônia de posse.

O chefe do Kremlin agradeceu ao povo russo sua unidade e confiança de que "muito pode mudar para melhor". "E quero outra vez dizer obrigado. Obrigado pelo nível de apoio sincero que os senhores, cidadãos da Rússia, me ofereceram nas eleições presidenciais", acrescentou Putin.

Para o presidente russo, que foi reeleito em 18 de março com 76,69% dos votos, esse apoio popular é "um enorme capital político e um sólido suporte moral".

Putin acrescentou que esse apoio "é importante para defender" as posições da Rússia "na arena internacional e para ações decisivas em prol de profundas mudanças positivas no país".

"Aprendemos a defender nossos interesses, recuperamos o orgulho pela pátria, por nossos valores tradicionais", disse Putin.

Além disso, o presidente russo prometeu garantir "a segurança e a capacidade defensiva do país".

"Estamos abertos ao diálogo. (...) Nos pronunciamos pela cooperação igualitária com todos os estados, em prol da paz e da estabilidade em todo o planeta", acrescentou Putin.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos