Ataque contra equipe de candidato mexicano deixa 1 morto e 3 feridos

Cidade do México, 26 mai (EFE).- Um homem morreu e outras três pessoas ficaram feridas em um ataque cometido contra a equipe de campanha de um candidato a deputado no centro do México, informou neste sábado o Partido Ação Nacional (PAN).

Em comunicado, o partido conservador condenou o atentado e se solidarizou com a família de Juan Carlos Martínez Alvarado, que morreu no ataque, e com os feridos.

Estas quatro pessoas faziam parte da equipe de campanha de Ricardo Villarreal, candidato a deputado na cidade de San Luis Potosi, capital do estado homônimo.

"Este crime não deve ficar impune, por isso o PAN exige às autoridades que encontrem os autores deste crime que comove a Ação Nacional e toda a sociedade potosina", destacou o partido político.

Além disso, exigiu que neste período eleitoral, que culminará com os pleitos do próximo dia 1º de julho, se garanta a segurança "da população em geral, incluindo os candidatos e suas equipes".

No próximo dia 1º de julho, cerca de 89 milhões de mexicanos irão às urnas para renovar mais de 3.400 cargos públicos, entre eles os de presidente do país, deputados e senadores, oito governadores e o chefe de governo da Cidade do México.

A criminalidade está sendo uma das protagonistas da campanha já que, segundo o Relatório de Violência Política no México 2018 da empresa de consultoria Etellekt, desde que se iniciou o processo eleitoral, em setembro do ano passado, e até o último dia 8 de maio houve 305 agressões, com o saldo de pelo menos 94 políticos assassinados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos