Geórgia celebra centenário da independência e primeira república

Tbilisi, 25 mai (EFE).- A Geórgia celebra neste sábado, com diversos atos festivos, o centenário de sua declaração de independência e a proclamação da primeira república, que durou apenas dois anos, até a entrada do país no Exército Vermelho em 1921, e a sua imediata adesão à URSS.

"A invasão do Exército Vermelho na Geórgia estacionou durante décadas as nossas aspirações europeias, mas o povo georgiano nunca deu as costas às ideias de liberdade e os valores europeus", disse o primeiro-ministro georgiano, Gueorgui Kvirikashvili.

Às celebrações em Tbilisi estavam presentes hoje o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e líderes de seis países, entre eles Letônia, Lituânia, Polônia e Armênia.

Também chegaram à capital georgiana por ocasião do centenário da República Democrática da Geórgia o ministro de Relações Exteriores francês, Jean-Yves Le Drian, e outros altos funcionários de 19 países.

"A Geórgia está dando passos para conseguir os seus objetivos estratégicos: se transformar em membro da Otan e da UE", afirmou o chefe do Executivo georgiano.

O político afirmou que hoje dia seu país pode presumir de "estabilidade e desenvolvimento econômico" ao assinalar que no ano passado o PIB georgiano aumentou 5%.

Kvirikashvili se mostrou convencido de que a Europa "reconhece os avanços da Geórgia, líder do programa da Associação Oriental", impulsionada pela UE para estreitar laços com seis repúblicas ex-soviéticas.

Milhares de cidadãos participam hoje em Tbilisi e outras cidades do país de atividades comemorativas por ocasião de uma das principais festas deste país.

Depois de fazer parte da União Soviética durante sete décadas, a Geórgia recuperou sua independência em 1991, após o colapso do império soviético.

Apesar disso, os georgianos celebram hoje a independência ao contar com o aniversário desde a data da proclamação da primeira república.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos