Após ocupar metade do território, EI controla atualmente apenas 3% da Síria

  • Ivor Prickett/The New York Times

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) controla atualmente 3% do território sírio, após ter perdido grande parte das áreas que chegou a controlar, mais da metade da superfície do país árabe, informou neste domingo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG afirmou que os jihadistas seguem se fazendo presentes nas províncias de Daraa (sul), Al Hasakah (nordeste) e Deir Zor (leste), depois que o grupo radical perdeu o controle de outras sete províncias desde 2017.

Os radicais perderam, portanto, 94,5% das áreas que dominavam no início do ano passado, segundo o Observatório.

A fonte detalhou que os terroristas controlam neste momento uma superfície de 5.600 quilômetros quadrados, enquanto o grupo radical Exército de Khaled bin Walid, vinculado ao EI, tem em seu poder cerca de 275 quilômetros do território da Síria.

O EI chegou a ter sob seu poder amplas áreas da Síria e também do vizinho Iraque, e, em junho de 2014, proclamou um "califado" nos territórios que tinha conquistado até esse momento.

Em dezembro deste ano, o governo iraquiano proclamou a derrota do grupo jihadista após tê-lo expulsado das últimas partes do país que controlava na fronteira com a Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos