Líder das Farc vota pela primeira vez e pede reconciliação

  • Juan Páez/Xinhua

O líder do partido colombiano Farc, Rodrigo Londoño, conhecido em sua época de guerrilheiro como "Timochenko", votou neste domingo (27) nas eleições presidenciais do país, a primeira que participa com a esperança de que incentive a reconciliação.

"Estamos aqui vivendo um momento muito especial, o convite é para que todo o mundo exerça este direito. Façamos deste dia um dia de reconciliação entre todos os colombianos", disse.

A Farc (Força Alternativa Revolucionária do Comum) participa de sua primeira eleição sem armas. No entanto, não foram apresentados candidatos.

Londoño, 59, confessou que se sentiu nervoso e foi tomado pela emoção em sua primeira votação presidencial, por isso que temia errar ao marcar seu voto.

Perguntado sobre se tem medo de que um novo presidente possa alterar o acordo de paz, afirmou que "toda mudança traz temor", mas acrescentou que "é preciso criar expectativas".

"Acredito que a Colômbia quer transitar pelo caminho da paz e reconciliação para construir a paz. Acredito que a grande maioria está aqui por isso e tenho certeza que vamos nos expressar dessa forma", concluiu Londoño.

Mais de 36,2 milhões de colombianos foram chamados para escolher o sucessor de Juan Manuel Santos, que será presidente do país entre 2018 e 2022.

O candidato UribistaIván Duque parte como favorito em todas as pesquisas à frente do esquerdista Gustavo Petro, do movimento a Colômbia Humana, e do candidato de centro-esquerda Sergio Fajardo.

Também são candidatos Germán Vargas Lleras, do movimento de centro-direita Melhor Vargas Lleras; Humberto de la Calle, do Partido Liberal, e o pastor evangélico Jorge Antonio Trujillo, de Todos Somos a Colômbia.

Se nenhum dos candidatos obtiver hoje a metade mais um dos votos, como indicam as pesquisas, a Presidência será definida em segundo turno, marcado para 17 de junho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos