PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Maduro lidera desfile cívico-militar para comemorar independência

05/07/2018 18h03

Caracas, 5 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, liderou nesta quinta-feira um desfile cívico-militar, em Caracas, para comemorar os 207 anos da assinatura da Ata de Independência, um passo que na prática levou o país a se emancipação da Coroa espanhola.

Mais de 25 mil militares desfilaram por quase duas horas na Avenida Los Próceres, um espaço criado para este tipo de evento, e exibiram fuzis, tanques, aviões e outras armas das Forças Armadas da Venezuela. No discurso, Maduro reiterou que a Venezuela é vítima de uma "guerra econômica" com ataques "multidimensionais", uma tese do chavismo governante para explicar a crise econômica do país, e pediu o apoio das Forças Armadas para derrotá-la "nos próximos meses".

Ontem, citando fontes ligadas à Casa Branca que pediram o anonimato, a emissora americana "CNN" afirmou que a Administração do presidente americano Donald Trump avaliou invadir a Venezuela no ano passado. Hoje, o governo americano desmentiu esse plano, mas esclareceu que considera "todas as opções disponíveis", como a militar, para "ajudar" a população.

O general Dilio Rodríguez, que participou do desfile de hoje, disse que os militares venezuelanos são "os verdadeiros soldados de Cristo" e acrescentou que não permitirão "jamais ingerência de nenhuma potência estrangeira".

Internacional