PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Após onda de calor, tempestades cancelam voos e causam transtorno no Reino Unido

29.jul.2018 - Grandes ondas em ventos fortes atingem orla enquanto um homem corre com seu cachorro em Dawlish, no sudoeste da Grã-Bretanha - Toby Melville/Reuters
29.jul.2018 - Grandes ondas em ventos fortes atingem orla enquanto um homem corre com seu cachorro em Dawlish, no sudoeste da Grã-Bretanha Imagem: Toby Melville/Reuters

Em Londres

29/07/2018 09h50

Os cancelamentos e atrasos de voos e de outros serviços de transporte continuam neste domingo no Reino Unido devido à drástica mudança de tempo, que passou de uma onda de calor, com temperaturas de até 35 graus, para fortes tempestades.

Vários aeroportos, especialmente o de Stansted em Londres, seguem experimentando transtornos em seus programas de voo, que começaram na sexta-feira com a chegada das tempestades, o que causa longas esperas nos terminais.

Segundo a "BBC", no sábado houve atrasos e alguns cancelamentos nos aeroportos de Edimburgo, Birmingham, Luton e Stansted, o mais afetado deles, devido ao cancelamento de aproximadamente 50 voos da companhia Ryanair.

Em resposta a uma pergunta da Agência Efe, a companhia aérea irlandesa disse hoje que suas operações no Reino Unido "estão funcionando bem" neste domingo, mas admitiu que alguns transtornos persistem.

"Há um número muito pequeno de atrasos e cancelamentos pelo efeito das alterações devido ao clima extremo de sexta-feira e aos transtornos causados pela escassez de controladores aéreos no Reino Unido, na França e na Alemanha", afirmou um porta-voz da companhia.

Os transtornos causados pelo clima também provocaram atrasos para as pessoas que viajam para a França através do Eurotúnel e que acessam por estrada o serviço de balsa do porto de Dover, indicaram as autoridades.

O Reino Unido, assim como outros países europeus, sofreu com fortes tempestades que devem continuar de forma intermitente após um período incomum de altas temperaturas, que começaram no final de junho.

Hoje persistem a chuva e os fortes vendavais com temperaturas abaixo dos 25 graus no país, mas é esperado um aumento progressivo do calor na próxima semana.

Internacional