PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Presidente cubano visita Columbia e se interessa por cooperação em robótica

30/09/2018 00h31

Havana, 29 set (EFE).- O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, visitou neste sábado a Universidade de Columbia em Nova York, onde expressou seu interesse de fazer trocas em diferentes âmbitos, especialmente em robótica, informou a imprensa estatal de Havana.

"Estivemos muito focalizados em robótica. Torna mais eficientes os processos produtivos e de serviços", disse Díaz-Canel durante uma reunião com cientistas da universidade nova-iorquina, segundo pode-se ver em um vídeo divulgado pela agência cubana Imprensa Latina (PL).

No vídeo, o presidente cubano, engenheiro eletrônico de carreira, elogia os cientistas de Columbia ao falar para eles que suas explicações sobre robótica aplicada à medicina lhe abriram "novos horizontes", especialmente para "dar mais qualidade de vida às pessoas de mais idade".

"Estava pensando em uma doença degenerativa no leste do país, a ataxia", disse o presidente cubano, acrescentando que os especialistas de seu país que investigam este transtorno vão se interessar muito por conhecer as técnicas dos especialistas de Columbia se ambas as partes cooperarem no âmbito da robótica.

Cuba e a Universidade de Columbia já mantêm alguns intercâmbios dentro do Consórcio para Estudos Avançados no Exterior, criado em 2015 e integrado também pelas universidades americanas Johns Hopkins, Brown, Cornell, Dartmouth, Northwestern e Penn.

Cuba faz grandes esforços para manter a qualidade de seu sistema de saúde público gratuito, mas a constante crise econômica faz com que os equipamentos de clínicas e hospitais sejam poucos, insuficientes ou obsoletos.

A visita à Columbia faz parte da intensa agenda de Díaz-Canel em Nova York, aonde chegou no domingo passado para participar da Assembleia Geral da ONU.

Internacional