PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump se diz nacionalista e nega ser racista

23/10/2018 22h08

Washington, 23 out (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a se definir como um líder "nacionalista", mas ressaltou não ser um "nacionalista branco", termo que em seu país é considerado sinônimo de racista.

Ontem, em um comício no Texas, Trump pela primeira vez se disse "nacionalista", o que hoje gerou polêmica no país e o fez se explicar hoje.

"Há uma palavra que saiu um pouco de moda, é 'nacionalista'. E eu pergunto, seriamente, não deveríamos usar essa palavra? Sabem o que sou? Sou um nacionalista, tudo bem? Sou um nacionalista. Usem essa palavra", disse Trump no comício.

Perguntado hoje sobre o significado exato de suas palavras, Trump se explicou, começando por dizer que ama seu país.

"Nunca escutei essa teoria sobre ser um nacionalista e ouvi todas", afirmou ao ser questionado sobre se a palavra poderia ser associada a "nacionalismo branco".

"Tudo o que quero para o nosso país é que nos tratem bem, com respeito (...) Durante muitos anos, os outros países que são nossos aliados, chamados aliados, não trataram justamente o nosso país. Portanto, nesse sentido, sou absolutamente um nacionalista e sou orgulhoso disso," disse.

Internacional