PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Merkel não tentará reeleição como presidente da CDU, aponta imprensa

29/10/2018 09h52

Berlim, 29 out (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, não tentará a reeleição como presidente da União Democrata-Cristã (CDU), segundo informaram nesta segunda-feira vários veículos de imprensa, que mencionaram fontes do partido.

Merkel anunciou hoje sua decisão diante da cúpula da CDU, um dia depois das eleições regionais de Hesse, onde os partidos da grande coalizão sofreram grandes perdas, segundo essas informações.

Até agora, Merkel tinha afirmado que para ela a chefia do partido e a chancelaria eram dois cargos que deveriam ser ocupados pela mesma pessoa enquanto o partido estivesse à frente do Governo, e tinha declarado sua intenção de tentar a reeleição no congresso do grupo em dezembro.

Os setores mais conservadores do partido estavam descontentes com a intenção de Merkel de tentar a reeleição, mas até agora não tinham lançado outras candidaturas que tivessem peso político.

Agora, o ex-presidente do grupo parlamentar Friedrich Merz se mostrou disposto a assumir a chefia "se o partido assim desejar", também segundo veículos de imprensa.

Merz é considerado um representante da ala conservadora da CDU e tinha abandonado a linha de frente da política depois que em 2002 Merkel, já sendo presidente do partido, assumiu a liderança do grupo parlamentar para se transformar assim na chefe da oposição frente ao último Governo de Gerhard Schröder.

Outra candidatura que é ventilada é a da atual secretária-geral da CDU, Annegret Kramp-Karrenbauer, vista por muitos analistas como a sucessora designada por Merkel.

Internacional