PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Casa Branca afirma que Mattis tomou decisão correta ao renunciar

21/12/2018 15h48

Washington, 21 dez (EFE).- A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, afirmou nesta sexta-feira que o general reformado James Mattis tomou a decisão correta ao anunciar ontem como secretário de Defesa dos Estados Unidos, alegando discordar das opções políticas adotadas pelo presidente do país, Donald Trump.

"Se o secretário Mattis sentiu que não é a pessoa correta para ocupar o posto, acho que o certo e o honrável é o que ele fez", disse Sanders em entrevista exibida pela emissora "FoxNews".

Mattis anunciou a renúncia ontem, um dia depois de Trump informar que retirará as tropas americanas da Síria.

Na carta de renúncia, Mattis considerou que a força dos EUA está ligada a um sistema completo e único formado por seus aliados, uma declaração que contrasta com o pensamento de Trump, que acredita que outros países se aproveitam da "liderança americana".

Além disso, Mattis, que permanecerá no cargo até 28 de fevereiro de 2019, afirmou que Trump "tem direito" de escolher um secretário de Defesa "mais alinhado" com suas ideias.

Nas próximas semanas, Trump iniciará o processo para selecionar um novo secretário de Defesa. Concorrem ao cargo o senador Lindsey Graham, que está cada vez mais próximo do presidente, e o também senador Tom Cotton, da ala mais conservadora do Partido Republicano.

O candidato que Trump escolher passará pelo Senado, que deve aprovar a indicação do presidente para o cargo. EFE

Internacional