Topo

Canadá confirma que concedeu asilo a jovem saudita que fugiu da família

2019-01-11T17:48:00

11/01/2019 17h48

Toronto, 11 jan (EFE).- O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, confirmou nesta sexta-feira que o país concedeu asilo à jovem saudita Rahaf Mohammed al Qunun, que está há quase uma semana em Bangcoc, na Tailândia, após fugir de sua família.

Trudeu disse hoje que o Canadá aceitou o pedido do Alto Comissário da ONU para os Refugiados e concedeu asilo à jovem.

O governo da Tailândia informou mais cedo que ela tinha embarcado em um avião rumo à Coreia do Sul, onde faria escala para chegar ao Canadá. A ideia inicial dela era pedir asilo na Austrália.

Al Qunun fugiu da família após renunciar ao Islã, algo que é proibido na Arábia Saudita. Ela temia que seus parentes a matassem por não querer seguir a religião.

A jovem viajou inicialmente para o Kuwait, onde as mulheres sauditas não precisam de autorização de seus "guardiães masculinos" para viajar, como ocorre na Arábia Saudita. No sábado passado, ela fujiu para a Tailândia.

Ela seria deportada para a Arábia Saudita pelo governo da Tailândia, mas se trancou no quarto do hotel que estava no aeroporto de Suvarnabhumi e se recusou a sair até que a Acnur chegasse para protegê-la. EFE

Mais Internacional