PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Turquia denuncia "tentativa de golpe" na Venezuela

25/01/2019 11h46

Istambul, 25 jan (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta sexta-feira que uma tentativa de golpe está acontecendo na Venezuela e advertiu que Ancara jamais ficará ao lado dos "golpistas".

"Onde quer que haja um golpe militar, estaremos contra. No Egito, deram um golpe contra Mursi e estivemos contra. Hoje, há uma tentativa de golpe na Venezuela. Jamais estaremos ao lado daqueles que organizam golpes. Nós respeitamos os votos na democracia", declarou Erdogan.

O presidente turco já havia mostrado apoio ontem ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e criticou o fato do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter reconhecido o presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, como chefe de Estado interino do país.

O líder turco disse ontem que conversou por telefone com Maduro para lhe manifestar pessoalmente o seu apoio e aconselhá-lo, para que não "cedesse a eventos não democráticos".

Por sua vez, o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavusoglu, advertiu que apoiar Guaidó poderia provocar o "caos na Venezuela" e o isolamento do país.

Assim, a Turquia se posiciona contra Juan Guaidó, que se autodeclarou presidente interino do país ao não reconhecer o segundo mandato de Maduro, iniciado há duas semanas.

O país eurasiático é um grande fornecedor de alimentos e outros bens para a Venezuela e, além disso, começou a refinar e certificar o ouro venezuelano.

Os dois países anunciaram no ano passado projetos de cooperação para a exploração de carvão e ouro.

Caracas e Ancara também negociam investimentos turcos na indústria petrolífera da Venezuela, o país com as maiores reservas petrolíferas do planeta. EFE

Internacional