PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Guaidó visitará Assunção para se reunir com presidente do Paraguai

28/02/2019 15h31

Assunção, 28 fev (EFE).- O presidente da Assembleia Nacional (parlamento) da Venezuela, Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino do país, visitará a cidade de Assunção nesta sexta-feira para se reunir com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, conforme anunciou nesta quinta-feira o governante paraguaio em suas redes sociais.

"Amanhã receberemos a visita do nosso querido amigo, Presidente Juan Guaidó no Palácio de López", publicou Abdo Benítez no Twitter, em referência à sede do governo paraguaio.

Com a sua visita ao Paraguai, Guaidó responde ao apoio mostrado pelo governo de Abdo Benítez à oposição venezuelana desde o começo de seu mandato em agosto.

Em seu discurso de posse, o presidente paraguaio já tinha expressado sua solidariedade ao povo da Venezuela, e voltou a repetir essa mensagem em setembro do ano passado, em seu discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova York.

As palavras de Abdo Benítez se transformaram em ações em janeiro, quando o Paraguai anunciou que estava rompendo as relações diplomáticas com a Venezuela e fechando a embaixada paraguaia em Caracas depois que Nicolás Maduro tomou posse para seu segundo mandato, que não foi reconhecido pela oposição e grande parte da comunidade internacional.

Assim, o Paraguai se transformou no primeiro país do mundo a romper relações diplomáticas com o governo de Maduro.

Além disso, durante a sua participação no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, o chefe de Estado paraguaio afirmou que reconheceria Guaidó como presidente da Venezuela, e voltou a dizê-lo quando retornou ao Paraguai.

O envolvimento de Abdo Benítez com a oposição venezuelana o levou no fim de semana passado à cidade colombiana de Cúcuta, na fronteira com a Venezuela, para participar de um espetáculo musical a favor dos venezuelanos e da entrega de ajuda humanitária ao país.

O governo do Paraguai também reconheceu David Olson, designado por Juan Guaidó, como "interlocutor apropriado" da Venezuela no país.

O autoproclamado presidente interino da Venezuela chegará ao Paraguai procedente do Brasil, onde foi recebido nesta quinta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro no Palácio de Planalto.

Guaidó chegou a Brasília durante a madrugada, procedente de Bogotá, a bordo de um avião da Força Aérea Colombiana, após sair de seu país e se dirigir à Colômbia por via terrestre na sexta-feira passada.

A Assembleia Nacional da Venezuela (AN), que é controlada pela oposição, autorizou nesta quarta-feira que Guaidó permanecesse fora do país por um lapso superior a cinco dias consecutivos. EFE

Internacional