PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Campanha do Brexit é multada no Reino Unido por enviar 'spam'

19/03/2019 15h47

Londres, 19 mar (EFE).- O Gabinete do Comissário de Informação no Reino Unido (ICO, na sigla em inglês), a agência responsável pela proteção de dados no Reino Unido, multou nesta terça-feira a campanha oficial em favor do Brexit, a "Vote Leave", por enviar mensagens 'spam' e não solicitadas.

A multa chega a 40 mil libras (R$ 200.256), depois que o ICO constatou que a campanha enviou cerca de 200 mil mensagens de texto a pessoas que não tinham solicitado.

Esses textos foram enviados antes do referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) que aconteceu em 23 de junho de 2016 e continham um link que levava ao site oficial da campanha a favor da saída do país do bloco europeu.

O ICO afirmou hoje que a "Vote Leave" foi incapaz de provar que todas as pessoas que receberam essas mensagens tinham dado seu consentimento à campanha para que tivesse acesso a seus dados de contato.

Segundo a campanha, os números utilizados provinham de consultas feitas em seu site, de mensagens que ela tinha recebido em resposta a outras promoções e após organizar um concurso de futebol.

No início da campanha, a "Vote Leave" lançou um concurso no qual quem adivinhasse corretamente o resultado dos 51 jogos da Eurocopa de 2016 ganharia 50 milhões de libras (R$ 250,32 milhões).

O diretor de pesquisas do ICO, Steve Eckersley, afirmou nesta terça-feira que as mensagens "spam" - textos que são enviados de forma maciça e sem terem sido solicitados - são uma verdadeira "perturbação" para milhões de pessoas.

O diretor ressaltou que o ICO tomará ações contra qualquer organização que "descumprir a lei" nesse sentido.

A Comissão Eleitoral do Reino Unido já havia multado em julho do ano passado a campanha a pagar 61 mil libras (R$ 305.390) por superar em quase 500 mil libras (R$ 2.503.200) seu limite de gastos legais de 7 milhões de libras (cerca de R$ 35 milhões). EFE

Internacional