Topo

Turquia afirma que suspensão da venda de caças F-35 é incompatível com a Otan

18/07/2019 07h05

Ancara, 18 jul (EFE).- A Turquia considera que a decisão dos Estados Unidos de suspender a venda de caças F-35 ao país euro-asiático é "incompatível" com o espírito da Otan e alerta para possíveis "danos irreparáveis" em suas relações bilaterais, informou nesta quinta-feira o Ministério das Relações Exteriores turco.

"Esse passo unilateral é incompatível com o espírito da Aliança e não se baseia em nenhuma justificativa legítima", afirma um comunicado da Chancelaria turca.

Washington anunciou esta decisão ontem à noite em resposta à compra turca do sistema antimíssil russo S-400, ressaltando que os dois sistemas de defesa "não podem coexistir".

"Pedimos aos Estados Unidos que corrijam esse erro que está destinado a causar danos irreparáveis em nosso relacionamento", acrescenta a nota do Ministério.

Os EUA estão preocupados que a Turquia use os F-35 perto do sistema antimísseis S-400, pois isso poderia levar a uma transferência de informação e criar falhas de segurança no sistema defensivo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Ancara insistiu em continuar com a compra do sistema russo, que começou a receber na última sexta-feira, e propôs à Otan a criação de um grupo de especialistas para analisar a compatibilidade dos dois sistemas.

"O fato de que nossa proposta de estabelecer um grupo de trabalho com a Otan para discutir este tema não tenha sido correspondido é o indicador mais óbvio dos preconceitos nos EUA e a falta de boa fé na vontade de resolver este problema", conclui o comunicado.

Washington pressionou Ancara por meses para impedir a compra do sistema S-400 e até ameaçou sanções contra a Turquia. EFE

Mais Internacional