PUBLICIDADE
Topo

Coronavíus: Equador registra mais 30 mortes por Covid-19 e chega ao total de 272

Caixão no Equador durante crise do novo coronavírus - Marcos Pin Mendez/picture alliance via Getty Images
Caixão no Equador durante crise do novo coronavírus Imagem: Marcos Pin Mendez/picture alliance via Getty Images

Quito

09/04/2020 20h59

O Equador contabilizou nesta quinta-feira mais 30 mortes em decorrência da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, o que eleva o número total do país para 272, segundo informou a ministra de Governo, María Paula Romo.

Além disso, as autoridades admitem existir outros 284 óbitos em que a causa provável é a infecção pelo patógeno.

A maior parte das mortes registradas pelo governo equatoriano como provocadas pela Covid-19, 154, ocorreram na província de Guayas, cuja capital é Guayaquil.

O número de casos de infecção pelo novo coronavírus é de 4.965, com mais de dois terços deles, 3.384, em Guayas. Em Pichincha, que tem Quito como capital - também do país -, são 494.

Das infecções ainda ativas no Equador, segundo as autoridades locais, 4.019 pessoas estão em isolamento domiciliar, enquanto 334 estão hospitalizadas, sendo 139 em estado considerado crítico. Até o momento, 339 casos resultaram em alta.

Preocupação com a Semana Santa

María Paula Romo fez um alerta à população, de que a proibição de eventos com concentração de público está mantida, diante da preocupação com o feriado da Semana Santa. A ministra lembrou que as emissoras públicas de rádio e televisão transmitirão as celebrações religiosas pela data.

"Compreendemos que são cerimônias importantes para a fé de milhões de cidadãos, mas isso não justifica, de nenhuma maneira, abandonar o isolamento", disse a integrante do governo presidido por Lenin Moreno.

Coronavírus