PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Pelo menos 22 pacientes morrem em hospital na Índia após vazamento de oxigênio

O incidente na cidade de Nashik, uma das áreas mais atingidas da Índia, aconteceu depois que o tanque de gás vazou - Ani via Reuters
O incidente na cidade de Nashik, uma das áreas mais atingidas da Índia, aconteceu depois que o tanque de gás vazou Imagem: Ani via Reuters

Rajendra Jadhav

Em Satara (Índia)

21/04/2021 09h12

Pelo menos 22 pacientes morreram hoje em um hospital no oeste da Índia após uma interrupção no fornecimento de oxigênio causada por um vazamento no tanque, disse o ministro da saúde, enquanto um aumento nacional de casos de coronavírus piora o suprimento do gás.

O incidente na cidade de Nashik, uma das áreas mais atingidas da Índia, aconteceu depois que o tanque de gás vazou, disse Rajesh Tope, ministro da saúde de Maharashtra, estado onde a cidade está localizada.

"Os pacientes que usavam ventiladores no hospital em Nashik morreram", disse Tope em comentários na televisão.

"O vazamento foi detectado no tanque de fornecimento de oxigênio para esses pacientes. A interrupção do fornecimento pode estar ligada à morte dos pacientes no hospital."

A segunda nação mais populosa do mundo relatou 295.041 novas infecções hoje, o maior aumento diário do mundo, levando seus hospitais ao ponto de colapso, disseram autoridades.

Apenas os Estados Unidos tiveram um aumento ligeiramente superior em um dia, de 297.430 casos, em janeiro, embora sua contagem tenha caído drasticamente desde então. As 2.023 mortes na Índia também foram as mais altas na pandemia.

A Índia enfrenta uma "tempestade" de coronavírus oprimindo seu sistema de saúde, disse o primeiro-ministro Narendra Modi em um discurso nacional durante a noite, acrescentando que as autoridades estão trabalhando com estados e empresas privadas para fornecer oxigênio com "velocidade e sensibilidade".

Internacional