PUBLICIDADE
Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
2 meses

Rússia lança 'Batalha de Donbass' na região leste, diz Ucrânia

Maria Starkova e Pavel Polityuk

Reuters, Lviv e Kiev

19/04/2022 09h14

Forças russas tentaram avançar pelas defesas ucranianas ao longo de quase toda a linha de frente no leste da Ucrânia nesta terça-feira, lançando o que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, chamou de "Batalha de Donbass" —a segunda fase da guerra.

Uma "parte muito grande de todo o Exército russo está agora focada nesta ofensiva", disse Zelenskiy em um discurso em vídeo durante a noite. "Não importa quantas tropas russas eles enviem para lá, nós vamos lutar. Vamos nos defender."

O chefe de gabinete de Zelenskiy, Andriy Yermak, garantiu aos ucranianos que suas forças podem conter a ofensiva.

"Acreditem em nosso Exército, ele é muito forte", disse.

Mapa Rússia invade a Ucrânia - 26.02.2022 - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Enquanto isso, na cidade sitiada e devastada de Mariupol, a Rússia deu aos últimos defensores ucranianos escondidos em uma gigante siderúrgica um ultimato para se renderem.

"Todos os que depuserem as armas têm a garantia de permanecerem vivos", afirmou o Ministério da Defesa russo.

Separatistas apoiados pela Rússia disseram que as forças pró-Moscou estavam se preparando para invadir a fábrica de Azovstal, que se acredita ser a última base de tropas ucranianas que sobreviveram ao cerco mais longo e brutal da guerra.

Afastada pelas forças ucranianas em março de um ataque a Kiev, no norte, a Rússia enviou tropas para o leste para se reagrupar para uma ofensiva terrestre em duas províncias conhecidas como Donbass. Também vem lançando ataques de longa distância em outros alvos, incluindo a capital.

A mídia ucraniana relatou explosões, algumas poderosas, ao longo da linha de frente na região de Donetsk, com bombardeios ocorrendo em Marinka, Sloviansk e Kramatorsk.

Explosões também foram ouvidas em Kharkiv, no nordeste, Mykolaiv, no sul, e Zaporizhzhia, no sudeste, enquanto sirenes de ataques aéreos também soavam nos principais centros próximos à linha de frente, disseram autoridades e a mídia.

O governador da província russa de Belgorod disse que as forças ucranianas atacaram um vilarejo fronteiriço ferindo um morador.

A principal autoridade de segurança da Ucrânia, Oleksiy Danilov, afirmou que as forças russas tentaram romper as defesas ucranianas "ao longo de quase toda a linha de frente das regiões de Donetsk, Luhansk e Kharkiv".

Donbass, produtora de carvão e aço, tem sido o foco da campanha da Rússia para desestabilizar a Ucrânia desde 2014, quando o Kremlin usou representantes para estabelecer "Repúblicas populares" separatistas em Luhansk e Donetsk.