PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Incêndio atinge Catedral de Nantes, na França; fogo foi controlado

18/07/2020 07h38Atualizada em 18/07/2020 15h21

Um incêndio na manhã deste sábado na Catedral de Nantes, do século 15, no oeste da França, mobilizou 60 homens do corpo de bombeiros. O fogo já foi controlado e destruiu principalmente o órgão da igreja.

Segundo testemunhas, as chamas começaram na parte central do monumento gótico. A fumaça podia ser vista saindo pelos vitrais da Catedral de São Pedro e São Paulo, que já havia sido parcialmente destruída pelo fogo em 1972, e restaurada em 13 anos de obras.

O presidente Emmanuel Macron declarou pelo Twitter "apoio aos bombeiros que se arriscaram para salvar esse tesouro gótico da cidade dos duques", como é conhecida Nantes. O primeiro-ministro Jean Castex indicou que vai a Nantes ainda esta tarde.

Lembranças de Paris

O episódio trouxe a lembrança do incêndio da Catedral de Notre Dame de Paris, em abril do ano passado. Desta vez, o incêndio foi controlado rapidamente, mas destruiu o grande órgão da catedral.

As autoridades declararam à AFP que um inquérito foi aberto por "incêndio voluntário", indicando que "três pontos distintos de chamas" foram constatados.

No centro de Nantes, por volta de 7h45, horário local, pessoas que passavam notaram "chamas por trás da rosácea" e alertaram os bombeiros.

Eles descobriram "um violento incêndio ao nível do órgão, que fica atrás da rosácea e a ação se concentrou nessa área", informou o diretor departamental dos bombeiros, general Laurent Ferlay. "A plataforma onde o instrumento se encontra está instável e pode desmoronar", acrescentou. Ele lembrou ainda que depois do incêndio de 1972, o teto foi refeito com cimento armado.

Internacional