PUBLICIDADE
Topo

UOL e Folha entrevistam a ministra da Agricultura, Tereza Cristina

Do UOL, em Brasília

12/02/2020 02h00

Ministra da Agricultura, Tereza Cristina admite que o governo federal pode ter falhado em conter a expansão da fronteira agrícola na Amazônia ao longo de 2019. Ela atribui o problema ao que classifica de "falta de agilidade da legislação" e diz que a regularização fundiária deve ajudar na fiscalização da região, que registrou no ano passado recorde de desmatamento na década.

Engenheira agrônoma e deputada federal (DEM-MS) licenciada, ela afirma que a agropecuária não depende da Amazônia para aumentar a produtividade e que o país não é o maior desmatador do mundo. "O Brasil tem mais de 60% de cobertura vegetal nativa", afirmou

Questionada sobre o projeto de lei do governo que permite a exploração agropecuária, mineral e turística de terras indígenas, a chefe do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento defendeu a medida e disse enxergá-la como uma equiparação de oportunidades.

Política