PUBLICIDADE
Topo

Alessandro Vieira sugere e CPI aprova canal para receber denúncias

28/09/2021 19h13

A CPI da Covid aprovou nesta terça-feira um canal para receber denúncias de pessoas que queiram ajudar nas investigações da Comissão. A sugestão foi feita pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) durante depoimento da advogada Bruna Morato, que foi responsável por contar relatos que ouviu de seus clientes, médicos da Prevent Senior que denunciaram a operadora.

"É preciso sair da fala para a prática", disse Alessandro Vieira. " Eu apresentei um requerimento para que a CPI disponibilize um canal de denúncia para esse tanto de gente que está entrando em contato, nos nossos perfis pessoais, apresentando fatos concretos, todos eles correspondentes a essa situação que a Dra. Bruna relatou aqui. Isso já está acontecendo, mas é preciso operacionalizar bem", sugeriu o senador.

O requerimento foi votado e aprovado pelos senadores da CPI. Após a aprovação, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) solicitou que as providências necessárias para o início do canal fossem tomadas.

A CPI da Covid teve início no dia 13 de abril e caminha para sua reta final. Ela foi criada com objetivo de investigar possíveis omissões do Governo Federal no combate à covid-19. Até o momento, um canal de denúncias ainda não tinha sido disponibilizado pela Comissão.

A CPI da Covid foi criada no Senado após determinação do Supremo. A comissão, formada por 11 senadores (maioria era independente ou de oposição), investigou ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia do coronavírus e repasses federais a estados e municípios. Teve duração de seis meses. Seu relatório final foi enviado ao Ministério Público para eventuais criminalizações.