PUBLICIDADE
Topo

Aziz não irá retirar crimes imputados a Bolsonaro do relatório da CPI da Covid

20/10/2021 12h11

O Senador Omar Aziz (PSD-AM) deferiu questão de ordem do Senador Marcos Rogério que solicitou a retirada dos crimes imputados a Bolsonaro do relatório. Como justificativa, o presidente da CPI da Covid ressaltou que "nenhum cidadão está acima da lei, isso vale inclusive ao presidente Jair Messias Bolsonaro". Apesar do Presidente da República não ter deposto para a CPI. "Quem comete crime tem que ser indiciado e investigado. É incumbência do Senado Federal julgar eventual cometimento de crime de responsabilidade por parte do chefe do executivo", disse.

A CPI da Covid foi criada no Senado após determinação do Supremo. A comissão, formada por 11 senadores (maioria é independente ou de oposição), investiga ações e omissões do governo Bolsonaro na pandemia do coronavírus e repasses federais a estados e municípios. Tem prazo inicial (prorrogável) de 90 dias. Seu relatório final será enviado ao Ministério Público para eventuais criminalizações.